Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

15 May 2015

5 TÉCNICAS (TESTADAS E APROVADAS) PARA VOCÊ RENDER MAIS

Em 15/05/2015, no Portal G1 - Glamour, publicou a matéria " 5 TÉCNICAS (TESTADAS E APROVADAS) PARA VOCÊ RENDER MAIS". Destacando a psicoterapeuta holística e hipnóloga Myriam Durante, especialista em comportamento humano.

 

A pedido da leitora que não aguenta mais procrastinar, Bru Fioreti divide suas regras pra organizar a agenda e a vida!

Meu problema é que o dia precisava ter mais de 24 horas. Todo mundo consegue trabalhar bem e fazer várias coisas ao mesmo tempo, até hobbies, mas eu sinto que vivo só para trabalhar. E nem no trabalho tô rendendo como eu queria. Não consigo fazer nada diferente por mim e sinto que estou ficando para trás. Vejo as pessoas da redação, incluindo você, e parece que dão conta de tudo. Tem umas dicas para me dar? Flavia S. Costa, 29 anos
 

Tenho, amiga. Até porque esse assunto me interessa muitíssimo! Compartilho – eu e todas as criaturas da nossa faixa etária – dessa angústia por não conseguir dar conta de tudo e ver que os outros estão bem na nossa frente (como conseguem malhar cedinho, estar lindas nos eventos, trabalhar rendendo super e ainda tocar projetos paralelos?! Me poupe universo!).   Mas sabe de uma coisa: isso é FOMO – Fear Of Missing Out, um mal moderno que tem desdobramentos no nosso comportamento e pode gerar muita ansiedade. Só estou pontuando isso aqui pra você não se sentir que é a única a procrastinar e a ver que de repente já escureceu e você não fez nem metade do que queria...
 

Mas vamos às ideias práticas pra sair da inércia e melhorar essa produtividade, aí? Fiz um compilado meu de coisas que aprendi entrevistando esses anos todos e incorporei. Me conta depois se funcionou?

1. Crie o hábito de fazer listas diárias. Não tem uma pessoa bem-sucedida que subestime a importância da organização, gente! E, se você não é assim de natureza, tem que se forçar, entende? Um jeito bom de começar é listar antes de se deitar tudo o que precisa fazer no dia seguinte. Pode incluir ir à farmácia e até ligar pra sua mãe, entende? Isso funciona porque diminui a ansiedade e faz você sentir que está no controle (sensação que vale ouro, hã?). Eu anoto tudo no corpo do email e mando pra mim mesma, aí vou atualizando... Mas pode ser no papel mesmo, como você quiser. O que interessa é enxergar o que precisa ser feito e não dar margem a esquecimentos.
 

2. Faça as coisas mais importantes 1º, não o contrário. É isso: quando você está com mais gás é que deve se dedicar ao que for prioritário. Como saber o que interessa mais? Ora, é aquilo que pode não ser urgente, mas que exige mais criatividade, tem grande margem de erro, que vai te trazer visibilidade... A coach Flavia Lippi me deu essa dica e achei muito interessante porque temos a mania de querer “ticar” da lista das tarefas banais, pra nos autoenganar “nossa, já fiz um monte de coisa”. Melhor é o contrário: usar seu pico de energia e foco pra fazer o melhor. Isso é agregar qualidade ao trabalho. Mas, claro, se a tarefa exigir 7 horas, eu indicaria você colocar uma chamadinha pelo menos a cada 1h30 pra checar se o mundo não caiu nos e-mails.
 

3. Desligue os “sugadores” de atenção, sabe como? Já sabe do que estou falando, né? Ficar checando Face, Twiiter e Instagram não aumentam a produtividade de ninguém. Então, a menos que isso seja da natureza do seu trabalho, não abra esses aplicativos durante o expediente. Simples assim. Tem até apps que programam um bloqueio temporário disso, né? Se não resiste, marque um horário no meio da tarde com começo-meio-fim (10, 15 minutinhos) pra dar sua stalkeada básica na vida alheia. Pra mim, particularmente, isso é mais – odeio esse termo, mas... – orgânico. Eu tenho que ler e-mail e whats app na hora e estar minimamente conectada nas redes sociais o tempo todo. O que eu faço é me forçar a resolver pontualmente, colocar o fone de ouvido e voltar pro meu texto, entende? Eu me treinei pra funcionar mesmo com 760 interrupções por dia. Se não for assim pra você, vai lá, toma uma água e volta no foco. Besta, né? Mas dá megacerto.
 

4. Coloque na agenda fixa o projeto paralelo ou o hobby. Aqui é pra aplacar a angústia que a gente tem por não estar fazendo nada off trabalho. Que outro jeito de encaixar a academia ou a saída com as amigas que seja se não incluindo isso na agenda e programando despertador?! Coloca lá, inclusive com lembrete 1 dia antes e 1 hora antes. Quanto aos projetos paralelos, sugiro ser um horário fixo todo dia ou tantas vezes na semana – tipo, às segundas, quartas e sextas das 7h às 8h vou me dedicar a escrever meu projeto, ou desenvolver minha start up, ou fazer aquele curso online... Eu estou tentando fazer isso pra encaixar estudo de línguas e desenho, por exemplo. É difícil, mas vamos insistir juntas?
 

5. Programe mais descanso. Não há foco sem descanso, e como a gente se cobra e não aceita isso! Põe o dedo aqui quem se culpa por dormir demais, por exemplo, e acha que perdeu o maior tempo do mundo porque passou o domingo à toa no sofá? Não pode, gente! O sono é realmente recuperador, é o que ativa nossa criatividade e aumenta a produtividade no dia a dia. Não estou defendendo que você seja uma indolente que rola na cama todo dia em vez de encarar a vida... Mas que você tenha as horas de sono de que tanto precisa sem culpa e aí, sim, parta pra uma rotina mais organizada e produtiva. Em tempo: coloque o celular em modo avião pra dormir! Ele desperta, mas não te incomoda com apps e e-mails (dica da expert Myriam Durante).
 

E um último tópico, que não é tópico, mas precisa ser dito: amiga, priorize. Você não vai conseguir começar todos os projetos do mundo de uma vez. Faça uma listinha (ela de novo) com os projetos pra 3 meses, 6 meses, 1 ano, 2 e 5 anos. Assim você entende o que começar já com um superfôlego e vai encaixando na sua vida. Se quiser ser heroína, você vai é perder o sono. Minha sugestão: coloque uma meta imediata (tipo começar academia ou estudar inglês duas vezes na semana) e espere até que ela vire um habito. Isso leva uns três meses pra se consolidar, ok? Aí você introduz mais coisas. Boa sorte!

Confira na íntegra.