Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

03 February 2015

Adolescentes têm dormido mal

Em 30/01/2015 O site  da Chris Flores publicou a matéria  "Adolescentes têm dormido mal, revela pesquisa", citando a psicoterapeuta holística e hipnóloga Myriam Durante e o IPOM -  Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente. Confira:

Segundo pesquisa, jovens entre 14 e 18 anos tem tido pouca  qualidade sono. Saiba o que desencadeia o problema.

Os jovens brasileiros estão dormindo mal e enfrentando distúrbios ligados ao sono. De acordo com uma pesquisa do IPOM (Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente), realizada em parceria com o Instituto Sou +Jovem, 88% avalia seu sono como ruim ou insatisfatório, declarando que encara dificuldades para dormir.

A insônia é a campeã de queixas entre os 1.830 jovens de 14 à 18 anos que participaram de pesquisa, realizada no último trimestre de 2014 nas principais cidades brasileiras. 53% dos pesquisados alegaram que têm perdido o sono em função de preocupações ligadas aos estudos. 

Quase a maioria dos pesquisados, 47%, afirmou que acorda e dorme várias vezes ao longo da noite, enquanto 43% dormem de 3 a 5 horas por noite. Desse universo, 58% já acordam cansados e 94% declaram que sentem sonolência ou queda de rendimento ao longo do dia. Para compensar a fadiga pelas noites insones, 59% costumam dormir cerca de cinco horas a mais aos finais de semana.

A pesquisa também revelou que 82% dos pesquisados dormem com o celular ligado ao lado da cama, 45% com a TV e 22% com o computador.

“Hoje os jovens estão levando uma vida tão corrida que mal sobra tempo para cuidar de si mesmo. Eles estão sempre acelerados e plugados, o que dificulta muito o relaxamento físico e mental. Muitas vezes eles só conseguem ‘apagar’ por exaustão, estando sujeitos às complicações de saúde física e mental”, explica a psicoterapeuta e presidente do IPOM, Myriam Durante.

A médio e longo prazo, a má qualidade do sono provoca vários distúrbios comprometedores, como alterações de humor e comportamento. A pessoa que não dorme bem passa o dia se sentindo sonolenta, tem sua concentração afetada, dificultando as reações rápidas. Além disso, dormir mal contribui para um ganho acentuado de peso, indisposição para atividades físicas, mau humor e dores de cabeça, entre outras coisas. A doutora Myriam deu dicas de como melhor a qualidade de sono dos adolescentes:

Que dicas podemos dar tanto para os jovens dormirem melhor?

 • Mantenha o quarto o mais silencioso e escuro possível.

 • Crie uma rotina para dormir. Vá para a cama e tente dormir e acordar sempre no mesmo horário.

 • Não consuma bebidas alcoólicas antes de dormir. Embora elas pareçam induzir o sono, a qualidade não é satisfatória.

 • Não durma com a TV ligada. Desligue o aparelho pelo menos 30 minutos antes de dormir.

 • Durma em colchões confortáveis fazendo uso de travesseiros

 • Evite deitar com fome. Um lanche leve pode ajudar.

 • Fazer atividades físicas é muito importante, mas o corpo leva pelo menos três horas para desacelerar após exercícios pesados. Calcule os horários dos seus treinos de modo a não interferir no seu sono.

• Evite comidas pesadas no jantar.

• Tome um chá de camomila ou uma xícara de leite morno para induzir o corpo ao sono.

• Faça um bom relaxamento antes de dormir. A técnica é eficaz para reduzir a tensão, aumentar a criatividade e provoca sensação de paz. Praticando quinze minutos antes de dormir já dá para observar os resultados. Acesse o link e aprenda a fazer o relaxamento: http://www.myriamdurante.com.br/aprendaarelaxar.php?id=1

Os pais podem ajudar de alguma maneira?

- Incentive seu filho a praticar esportes e ter bons hábitos alimentares;

- Não incentive o jovem a ter TV no quarto;

- Alerte sobre a importância de desligar o celular ou deixá-lo no modo avião durante a noite para ter um sono de qualidade;

- Crie uma rotina tranqüila à noite para que todos da casa possam ir se aquietando e se preparando para dormir;

- Imponha limites. Não permita que seu filho troque o dia pela noite, a menos que ele tenha uma festa ou um evento importante. No dia a dia é preciso ter horário para dormir e acordar.

-  Se o jovem tiver problemas ligados ao sono, leve-o a um especialista

Alimentação influencia no sono?

Sim! Alguns alimentos e bebidas são estimulantes e podem atrapalhar o sono. Já alguns hábitos alimentares podem ajudar a ter um sono reparador:

- Evite bebidas estimulantes, tais como: chocolate, café, chá preto ou mate, guaraná, refrigerantes à base de coca, devem ser evitados próximo ao horário de dormir, sendo ideal não ingerir estes alimentos e bebidas pelo menos quatro horas antes do sono. Estes alimentos são fonte de substâncias como a xantina e cafeína, que estimulam o sistema nervoso central;

- Tome um copo de leite morno. O leite contém o aminoácido triptofano, que relaxa os músculos e induz o sono;

- Diminua a ingestão de alimentos gordurosos e/ou não ingerir grande quantidade de alimentos, pois facilitará a digestão, favorecerá o sono e evitará que as calorias desses alimentos sejam armazenadas na forma de gordura, uma vez que à noite o metabolismo é mais lento;

- Evite ingerir alimentos condimentados como molhos gordurosos e temperos fortes;

- Consuma chás de ervas descafeinados;

- Evite altas doses de bebidas alcoólicas;

- Consuma doses moderadas de carboidratos (torrada, pão, aveia) associados a um copo de leite
 

Confira a matéria na íntegra