Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

28 June 2013

CDL ALTA FLORESTA – MAU HUMOR DE CHEFE E COLEGA É MAIOR CAUSA DE ESTRESS

EM 28/06/2013, O SITE DA CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE ALTA FLORESTA PUBLICOU A MATÉRIA “MAU HUMOR DE CHEFE E COLEGA É MAIOR CAUSA DE ESTRESSE NO TRABALHO”, DA PSICOTERAPEUTA E HIPNÓLOGA MYRIAM DURANTE. CONFIRA!

 

EM SEGUNDO LUGAR VEM O EXCESSO DE TRABALHO. ESPECIALISTA RECOMENDA PAUSAS PARA RELAXAMENTO.

MAU HUMOR DE CHEFE E COLEGA É MAIOR CAUSA DE ESTRESSE NO TRABALHO
EM SEGUNDO LUGAR VEM O EXCESSO DE TRABALHO. ESPECIALISTA RECOMENDA PAUSAS PARA RELAXAMENTO.

Pesquisa do Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (Ipom) revela que o ambiente tenso e pouco amistoso é o que mais provoca estresse no ambiente corporativo. Das cerca de 1,5 mil pessoas consultadas entre maio de 2012 e maio de 2013, a maioria, 38%, respondeu que a convivência com chefes e colegas agressivos e mal-humorados é o principal causador.

Outros 23% afirmaram que o excesso de trabalho é o motivo, enquanto 18% dos entrevistados apontaram que é a pressão por resultados. Busca da perfeição (11%) e medo da demissão (7%) foram as outras respostas citadas.

Segundo a psicoterapeuta e presidente do Ipom, Myriam Durante, que coordenou a pesquisa, os dados comprovam que muitas empresas têm um ambiente nocivo à saúde. “Já havíamos feito uma pesquisa mais abrangente sobre o tema, mas decidimos focar no ambiente de trabalho em função do aumento das queixas dos consultados. Fomos investigar o que está por trás desse problema, que atinge cerca de 70% da população economicamente ativa do país”, explica a especialista.

Para amenizar o estresse em seu ambiente corporativo, segundo a especialista, as empresas podem adotar medidas simples e eficazes. “Recomendo palestras de auto-relaxamento, em que os colaboradores aprendem a aliviar a tensão acumulada. A solução encontrada por algumas empresas americanas foi criar espaços para que os funcionários pudessem relaxar, por um período de 20 minutos, sem hora marcada. Resultado: todos acordam mais produtivos, como se estivessem no início da jornada”, explica a psicoterapeuta.

Confira a matéria na íntegra: http://www.cdlaf.com.br/Noticias/6745/