Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

16 March 2013

GAZETA DO INTERIOR – PESQUISA DO SONO

EM 16/03/2013, O SITE GAZETA DO INTERIOR PUBLICOU MATÉRIA SOBRE A PESQUISA DO SONO REALIZADA PELO IPOM. CONFIRA!

 

VOCÊ DORME BEM? SABIA QUE DORMIR POUCO ENGORDA?

 

Um sono de qualidade é fundamental para manter bem longe os quilinhos indesejáveis

Como andam suas noites de sono? Dorme muito no sofá quando assiste à novela? Ou não tem dormido muito? Ronca muito durante à noite? É … Cuidado!

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente – IPOM – revelou que 69% dos brasileiros dormem mal. Outro estudo recente feito por cientistas americanos, realizado com cerca de 9 mil pessoas, identificou que existe uma relação direta entre a falta de sono e/ou sono sem qualidade e o ganho de peso.

Através dele, foi registrado que pessoas que dormem menos do que sete horas por noite, possuem tendência de acumular gordura.

Segundo a cirurgiã dentista Sheila Diniz, especialista em distúrbios do sono, existe mais de 100 distúrbios do sono catalogados. Ela afirma que a apneia é uma das principais causas de distúrbios de sono e de maior incidência junto ao ronco.

Outra preocupação é de que cada vez mais brasileiros estão mudando suas rotinas de sono por conta da carga horária de trabalhos e estudos. Segundo a especialista, pessoas que mudam a rotina dos horários de dormir alteram seu relógio biológico e a maioria dos processos fisiológicos e bioquímicos do corpo que denotam a presença de uma variedade de alterações fisiológicas durante o ciclo vigília-sono.

“Os sistemas e as funções fisiológicas sofrem alterações acompanhando os ciclos cicardianos (comandados pelas 24 horas do dia), ligados ao ritmo claro-escuro”, fala.

Muitas pessoas desconhecem os benefícios do sono para nossa saúde. Por isso, muitas delas acabam dormindo menos do que realmente necessitam. Estudos revelam que todos os indivíduos deveriam dormir, no mínimo, sete horas por noite. Quem dorme até 5 horas por dia tem 73% mais chance de engordar.

A privação do sono provoca alterações no metabolismo, como predisposição à depressão, obesidade e diabetes. Também gera aumento da ansiedade, irritabilidade e dificuldade de concentração.

Geralmente, os responsáveis pelas noites mal dormidas da população adulta são distúrbios como ronco e apneia do sono. Os males são responsáveis também por uma elevação de 46% de chances de problemas de hipertensão arterial, 33% de arritmia cardíaca, 23% de anginas, 17% de infartos e 19% de acidente vascular cerebral, ou derrame, sonolência durante o dia e falta de atenção.

Existem soluções para o roncador e o cirurgião dentista tornou-se uma peça chave nestes casos, pois pode tratar problemas como esse com o uso de Aparelhos Intraorais, sem a necessidade de intervenções cirúrgicas.

De acordo com Sheila, os aparelhos, são hoje, os principais recursos no tratamento do ronco e da apneia, uma vez que oferecem solução rápida e eficaz contra este problema de saúde pública.

Em 1982 foi elaborado o primeiro aparelho para ronco e apneia. A partir daí é que estudos  tomaram maior ênfase no tratamento da apneia com aparelhos intraorais. A tendência é a pessoa procurar cada vez mais esse tipo de tratamento, em vez de cirúrgico.

“Há 6 anos tenho atendido pacientes, que acompanho através de exames (polissonografia) com altos índices de sucesso”, afirma Sheila.

Confira a matéria na íntegra: http://www.gazetainterior.com.br/index.php/voce-dorme-bem-sabia-que-dormir-pouco-engorda/