Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

02 April 2013

JORNAL O DIA – PESQUISA DO SONO

EM 02/04/2013, O JORNAL O DIA DO RIO DE JANEIRO PUBLICOU MATÉRIA SOBRE A PESQUISA DO SONO REALIZADA PELO IPOM. CONFIRA!

 

BRASILEIROS QUE VIVEM O PESADELO DAS NOITES EM CLARO
MAIORIA DA POPULAÇÃO DO PAÍS NÃO DORME BEM. MUITOS NÃO CONSEGUEM SE ‘DESLIGAR’ DA INTERNET.

Rio -  Para muitos brasileiros, a hora de dormir é um pesadelo, revelou estudo do Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (Ipom). De dois mil entrevistados com idades de 20 a 60 anos, 69% afirmaram ter algum problema relacionado ao sono — desde a demora em conseguir ‘apagar’, até noites totalmente em claro. A pesquisa apontou ainda os problemas que tiram o sono do brasileiro. Chamou a atenção o índice de pessoas (28%) que citaram a dificuldade de “se desligar” de estímulos eletrônicos, como internet, celular ou TV.

As campeãs da insônia ainda são preocupações com família e dinheiro (50%). Segundo Myriam Durante, psicoterapeuta do Ipom, noites mal dormidas estão se tornando um problema crônico. “Há cinco anos, 55% declaravam ter problemas. Hoje esse percentual cresceu, assim como a média de noites mal dormidas, que passaram de duas ou três por semana para quatro ou cinco”, afirma.

A privação do sono causa alterações no metabolismo, como predisposição à depressão, obesidade e diabetes. Além disso, aumenta a ansiedade e a irritabilidade e faz a concentração cair. “Quem não atinge um sono reparador entra num círculo vicioso. Fica mais irritado e estressado e passa a ter dificuldades para relaxar e dormir”.

Confira a matéria na íntegra: http://odia.ig.com.br/portal/cienciaesaude/brasileiros-que-vivem-o-pesadelo-das-noites-em-claro-1.567286

DICAS PARA RELAXAR

Para ter uma boa noite de sono, as recomenções são:manter o quarto o mais silencioso e escuro possível; dormir e acordar sempre nos mesmos horários; não tomar bebida alcoólica antes de dormir (parecem induzir o sono, mas a qualidade dele não é boa); desligar a TV e demais eletrônicos 30 minutos antes de dormir; fazer um lanche leve; e tomar um chá de camomila ou leite morno, que relaxam.