Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

13 September 2013

Não viva no passado

EM 13/09/2013, A PSICOTERAPEUTA E HIPNÓLOGA MYRIAM DURANTE PARTICIPOU DA COLUNA QUINZENAL DO JORNAL START COM O ARTIGO “NÃO VIVA NO PASSADO“.

NÃO VIVA NO PASSADO

Quantas vezes ficamos pensando no passado e imaginando como teria sido se tivéssemos vivido isso ou aquilo? Muitas vezes nós deixamos de vivenciar situações por medo e depois ficamos pensando que, se pudéssemos voltar no tempo, teríamos feito tudo aquilo que deixamos pelo caminho.    

Felizmente ou infelizmente isso não é possível, e se ficarmos perdendo tempo imaginando como teria sido, deixaremos de provar novas aventuras, novas descobertas e novos aprendizados. Temos que nos dar conta de que nós sentimos falta, na verdade, dos sentimentos e das sensações que as lembranças trazem e que, mesmo se fosse possível voltar para o passado, nada seria como antes,  pois as pessoas mudam e, com isso, os sentimentos também seriam outros.

Não fique preso ao passado, deixando a vida passar. Busque sempre a sua felicidade, veja o que você deixou de realizar e, se possível, realize. Oportunidades não são passageiras como dizem, oportunidades são construídas e cultivadas por cada um de nós, então não deixe que ninguém diga que você não é capaz de realizar os seus sonhos. Mostre que a sua felicidade depende unicamente de você e que, por pior que sejam as expectativas dos outros em relação a você, você é capaz de realizar qualquer coisa que desejar.

Crie objetivos e mentalize-os, veja você conquistando cada um desses objetivos e lute por tudo o que você deseja. Mentalizar e imaginar que você conseguiu atingir seus objetivos é fundamental, mas de nada vai adiantar se você não buscar de forma objetiva os seus sonhos.

Tire todos os dias, nem que seja meia hora por dia, para se dedicar a você.  Procure relaxar, mentalizar e definir metas para a sua vida em curto, médio e longo prazo e, dessa forma, você terá sucesso. Pois sucesso e felicidade não estão relacionados apenas a bens materiais, e sim, em estar em paz consigo mesmo e reconhecer em si mesmo os seus progressos pessoais.

Clique no link para ler o artigo na íntegra (página 3): http://issuu.com/stockco/docs/issuu_130913