Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

03 July 2015

Pesquisa aponta que sete entre dez profissionais estão insatisfeitos

Em 17/06/2015 o Blog BorimBora, publicou a matéria " Pesquisa aponta que sete entre dez profissionais estão insatisfeitos com o trabalho ". Citando psicoterapeuta holística e hipnóloga Myriam Durante. Confira:

Mudar de função ou até mesmo de área é o sonho de muitos profissionais. Segundo um levantamento do Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (Ipom), realizado com trabalhadores de todo o Brasil, sete em cada dez profissionais estão insatisfeitos com o trabalho. O que chama a atenção na pesquisa é que 61% das pessoas entrevistadas responderam que não fazem o que gostam, mas permanecem no trabalho porque precisam do dinheiro e têm que manter a família. Em outros casos, estão simplesmente acomodadas ou não sabem exatamente o querem fazer. Geralmente, os jovens são os mais apressados no crescimento profissional. “Existe uma pressa dessa geração em crescer na carreira e uma falsa expectativa de empregar pouco esforço pessoal em seu crescimento. Há jovens que acreditam que já estão preparados para o próximo passo e, na verdade, não estão”, conta Anderson Braga, mantenedor da instituição de ensino técnico e profissionalizante CETTPS, que fica em Camaçari. Para o especialista, nesse momento de confusão quanto ao rumo da carreira é que entram os testes vocacionais e a procura por profissionais que possam ajudar na orientação e na busca pelo caminho dos sonhos. Eles irão ajudar a enxergar os objetivos e a explorar o próprio potencial para alcançar o sucesso. Setenta por cento das pessoas que procuram o auxílio de profissionais especializados nem sequer sabem o que querem fazer ou aonde querem chegar. “O mais importante é a pessoa avaliar o que realmente gosta de fazer e com qual área ela mais se identifica. Após isso, é necessário buscar conhecimento específico na área que se pretende atuar, seja ele presencial, à distância, técnico, ou profissionalizante”, aconselha ainda Anderson Braga.

Confira a matéria na integra