Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

13 March 2014

Viver em grandes cidades pode prejudicar a saúde mental

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (IPOM) investigou a origem dos principais distúrbios que acometem a saúde mental da população de cidades com mais de dois milhões de habitantes.

Segundo o estudo, 7 entre cada 10 moradores de cidades como São Paulo , Rio de Janeiro , Fortaleza, Brasília e Belo Horizonte revelam que sentem algum tipo de transtorno psíquico com frequência. A pesquisa foi feita com cerca de duas mil pessoas que tenham entre 20 e 50 anos.

Em entrevista à Rádio CBN, a presidente do IPOM, Myriam Durante, afirma que stress, ansiedade, depressão e síndrome do pânico são os transtornos mais comuns entre essas pessoas. "Vivemos cada vez mais agitados, conectados o tempo inteiro, então precisamos aprender a se desligar um pouquinho. Toda essa agitação leva cada vez mais você achar tudo isso é normal, mas não é", explica Myriam. "Hoje, você não senta mais pra almoçar e conversar com uma pessoa. Você está lá, respondendo e-mail, tirando foto do prato. Você faz milhões de coisas ao mesmo tempo, mas não faz nada direito."

Na entrevista, a presidente do IPOM relata os sintomas dos transtornos psíquicos: respiração curta e ofegante, mãos frias e úmidas, músculos rígidos no pescoço, alterações de sono, apetite e libido.

"Todos corremos demais e o corpo não consegue acompanhar essa demanda. Vamos nos transformando em uma bomba-relógio, ficando doentes mesmo", conclui Myriam.

Clique aqui para ouvir a notícia na íntegra.

* Pesquisa divulgada originalmente pela Rádio CBN e retirada do site Portal Aprendiz.