Phone: E-mail: contato@myriamdurante.com.br
Português - Brasil Inglês Espanhol
Press

02 November 2012

Xi, Deu Branco!

Em Novembro/2012, a Myriam Durante participou da coluna mensal da Revista Alpha Magazine com o artigo “Xi, deu branco!”.

Esta se aproximando a data dos vestibulares. O ENEM abre a série de exames e a pressão e a ansiedade tomam conta de tudo. Pensando nisso, fiz esse artigo para ajudar quem vai passar por isso. Acredite: ainda dá tempo para aprender a administrar a ansiedade e usar todos os recursos disponíveis para chegar lá. Todo mundo já teve um branco ou conhece alguém que já passou por isso.

O que leva uma pessoa, que se prepara para determinada tarefa, ficar paralisada e não conseguir resolver nada na hora H? Um clássico exemplo é o estudante. Ele leva o ano inteiro se preparando para prestar o vestibular, perde noites de sono, abre mão de passeios, freqüenta o melhor cursinho, faz todos os simulados e sempre vai bem. Não sai mais de casa e está sempre estudando, afinal a prova está tão perto e falta tão pouco tempo.

Depois de meses de esforço, chega o dia do vestibular e o inesperado acontece: um branco toma conta da sua memória e ele não consegue responder nem mesmo as questões mais simples. O aluno, que estava muito bem preparado, sabia tudo e entraria com muita facilidade – como demonstravam os simulados – não alcança o número de pontos que precisava e acaba sendo reprovado. Essa situação é muito comum.

Há uma expectativa muito grande em nós, pais, quando nossos filhos chegam à idade de decidir a carreira a seguir.  É um passo muito importante e, muitas vezes, eles não estão preparados para dá-Io. Sabendo disso, nós damos alguns palpites, porque amamos nossos filhos e queremos que eles não sofram com escolhas erradas ou sem muito futuro. Pensando no caminho mais seguro, muitos pais tendem a incentivar os filhos a darem continuidade ao negócio da família. Na maioria das vezes o peso da responsabilidade é tão grande que o filho tem verdadeira aversão ao negócio, sendo muito diferente de todos os seus sonhos.

Outros pais deixam seus filhos com total liberdade de escolha, facilitando ainda com um teste vocacional e dando todas as condições para que alcancem seu objetivo. Porém essa postura positiva não é o bastante, porque muitos pais se esquecem do lado emocional, que deveria estar em primeiro lugar.  Achamos que, com o seu esforço e o nosso apoio, ele vai conseguir, e não enxergamos que nosso filho está tenso, nervoso, com enjôos, dor de barriga … Achamos que tudo isso vai embora quando o vestibular passar, e então, damos um remédio – acreditando que é algo momentâneo.

Chega o grande dia. No momento em que ele recebe a prova, todas as energias passam a se concentrar ali, em torno daquelas folhas que podem decidir seu destino. E eles falham pois acabam cedendo à pressão do emocional e fracassam. Há dois fatores principais que fazem uma enorme diferença na hora em que vamos executar o que aprendemos: o stress (por medo, ansiedade, insegurança) e a falta de concentração (por excesso de confiança, euforia, entre outros).

Num evento estressante, experimentamos um desequilíbrio de nossas emoções, modificamos toda nossa fisiologia e também os processos inconscientes do corpo, como temperatura, freqüência de pulso, respiração e pressão sanguínea.

Todos nós precisamos encontrar uma maneira de amenizar o stress.  Uma ótima opção é fazer um relaxamento. Quando o corpo está relaxado, a pressão sanguínea abaixa e os batimentos cardíacos diminuem, o que tranqüiliza a mente, permitindo que os sentidos captem melhor as informações, que a memória funcione melhor, que o raciocínio tenha um encadeamento mais lógico e que poderes adicionais – como a intuição e a criatividade – sejam trazidos para o processo.

No meu site, www.myriamdurante.com.br eu disponibilizei um relaxamento que pode ser praticado todos os dias, quantas vezes você quiser. Ele está disponível em mais de 30 países e já ajudou muitas pessoas.

Tenho certeza que ele também irá te ajudar.

Um grande abraço e até mês que vem!